A Certeza Move a Razão

Voltando ao ponto de partida

que é a entrada e ao mesmo tempo a saída

após lutas mudas

por estruturas que aparentavam ser claras, mas eram escuras

Não tão verdes como as verduras

nem tão maduras como se espera

Simplesmente se encontram num meio conhecido , mas indefinido

onde vive-se o momento sem considerar a necessidade de sustento

Vendo isso

Resolvi desmanchar cada trança de postiço

Algumas foram cortadas mesmo ali

e perdi muito do meu fio, mas é nada que uma vitamina não resolva

Careca de saber

Uma realidade que me recusava a ver

Talvez por achar-me fraca

ou se calhar era capaz de deixar que trespassasse sobre mim como uma pontiaguda estaca

Estancado o sangue

Doi , mas sara

É uma maravilha quando se ganha vergonha na cara

E coragem no interior

A certeza move o motivo

O motivo move a razão

A razão explica porque vivo

e a vivência abre os olhos para a imensidão

Somos dois nesta ideia de competição

Só que a luta nunca é contra os outros

a luta não é contra os outros

A luta é contra nós próprios

A luta é a favor de nós próprios

Escolha….Escolha….Escolha….Escolha

Ser um novo ser com a mesma base

As falhas são a prova de que sempre estivemos quase

E a cada falha vêm mil tentativas

porque num ponto não muito distante se superam as expectativas

Poema escrito por: Marleny Silva

Versão audio disponível em : https://soundcloud.com/marlene-silva-3/a-certeza-move-o-motivo

Paz e Amor, arte na veia

Marleny Silva Blog

aaeaaqaaaaaaaahjaaaajdcwymflyme1ltvmmdktndkymc04njllltq1zta5mwvhnjhhmg

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s